Avassalador! - Resenha de "A Elite", de Kiera Cass


Título: A Elite (The Elite)
Autor: Kiera Cass
Tradução: Cristian Clemente
Editora: Seguinte
354 páginas

Sinopse:
A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.


Avassalador! Esse livro é avassalador! Por quê? Porque ele estilhaça o coração da gente em um monte de caquinhos minúsculos e irrecuperáveis e ainda manda uma manada de gnus furiosos passar por cima. Aquela manada que matou o Rei Leão.
Kiera estava afim de arrebentar - e conseguiu.

"Ele jogou os braços em torno da minha cintura e me olhou nos olhos; - seu olhar brilhava de alegria. Como essa pessoa - que eu tinha imaginado ser meu extremo oposto - sempre descobria as coisas que mais me alegravam?"

O segundo livro traz pra gente os novos rumos na história de America Singer. A guerra  está cada vez mais próxima e os rebeldes cada vez mais audaciosos. Ao mesmo tempo, seu coração continua em guerra: a certeza e o conforto de uma mor já conhecido com Aspen ou as dúvidas, receios e mistérios do amor recém descoberto com Maxon? E com essas duas guerras em curso no livro, o soldado que sai mais ferido do campo de batalha, é o nosso coração de leitor.
É tanto conflito, é tanto segredo, tanta coisa inesperada que a gente tem vontade de gritar, sair correndo e jogar o livro pela janela. América e Maxon duelam o tempo todo e são tão teimosos que chega a dar vontade de bater nos dois. Em inúmeros trechos fiquei tão estupefata que tive que parar para respirar, ler de novo e me pegar brigando com eles mentalmente: "Mas menina? Por que você fez isso?" ou "Não! Você só pode estar ficando louco!"

"- Às vezes acho que somos um nó complicado demais de desfazer.
 - É verdade - concordei.- Muito de mim está atado em você. Me sinto meio perdida sem você."'


Me senti estilhaçada, destruída, atropelada - por aquela manda de gnus do começo - e enfim, não tenho palavras para descrever meu estado de choque após a leitura deste livro. Para vocês terem uma ideia, comecei a ler este livro ontem a tarde, soltei ele umas duas vezes e agora são praticamente 3 da manhã e eis-me aqui, escrevendo a resenha dele imediatamente após acabar de lê-lo.

"Eu preferiria muito mais estar em seus braços, mas você mal tem falado comigo..."


Estou em frangalhos. Fantástico, é tudo o que eu tenho para dizer. Se era emoção o que Kiera queria passar nesse livro, posso dizer certamente que ela conseguiu. Esse está a milhas de distância da monotonia.
Bom, como eu não sou um E.T e preciso dormir, vou parar por aqui. Amanhã (ou melhor, hoje) chega um novo dia e um novo livro me espera: "A Escolha". 

"Será tão ruim assim que eu deseje quinze minutos sem preocupações na vida? Para me sentir bem? Para fingir um pouquinho que alguém me ama? Você pode me julgar se quiser, mas não posso pedir desculpas por querer algo normal na vida."


Fico por aqui!
Até a Próxima!

Comentários

  1. Oii tudo bem?
    Eu também senti o mesmo quando li esse livro, ódio, raiva, falando monte de coisa mentalmente para America haha, se você sentiu avassalador nesse livro imagina o terceiro livro haha :D Ficou muito boa sua resenha!!

    Fique com Deus! - Aguardo sua visita *-*
    http://www.doceliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela visita!
      Você não tem noção de quantas vezes eu briguei com ela e com ele nesse livro!
      Acabei de terminar o terceiro e briguei mais um pouco!
      Pobre do meu coração!
      Já já posto a resenha dele aqui.
      Volte sempre ao nosso cantinho!
      vou retribuir sua visita!
      Bj

      Excluir

Postar um comentário