29 de outubro de 2014

Resenha: "Para onde ela foi" - Gayle Forman

Arquivo pessoal

Em 4 horas mais ou menos eu li o pdf de 146 páginas desse livro. E, ao terminá-lo, me bateu uma sensação, não de decepção, mas aquela que nos faz parar e dizer: "só isso?" Pois é... Acho que por toda a emoção que tomou conta de mim enquanto li o "Se eu ficar", eu esperava mais - bem mais - desse, que é sua continuação. Mas o que encontrei foi um relato monótono de um Adam que, sinceramente, pouco lembra o jovem determinado que fez de tudo para ver Mia quando ela ainda se encontrava em coma depois do acidente que matou toda a sua família. 

Sim, a história de "Para onde ela foi" é centrada nos pensamentos e nas emoções do jovem Adam, agora um famoso artista do rock, três anos depois da tragédia que marcou a vida de Mia, sua namorada violoncelista dos tempos do colégio. Pelo próprio título do livro a gente percebe que ela partiu em algum momento, que eles não estão mais juntos, e que esse fato explica se não todo, pelo menos parte do desajuste emocional vivido pelo rapaz.

Bom, a narração intercala o presente do jovem roqueiro e o passado, quando ele relembra os momentos que viveu ao lado da ex-namorada. Não vou falar muito pra não correr o risco de contar detalhes importantes da história, mas o que posso dizer é o óbvio: apesar dos três anos que se passaram desde a última vez que Adam viu Mia, e apesar da atual namorada, Bryn, ele ainda não a esqueceu. E, não bastasse esse passado que ainda se faz presente em sua vida, os desentendimentos entre ele e os integrantes da sua banda só fazem com que sua vida lhe pareça um verdadeiro caos.

Talvez eu tivesse me decepcionado realmente com o livro se o final fosse outro, mas para a felicidade das românticas assumidas como eu, Gayle conseguiu recuperar um pouco da emoção quando escreveu os últimos capítulos. E isso me faz afirmar que, apesar da monotonia inicial, ler "Para onde ela foi" valeu a pena. Talvez se a autora tivesse dado continuidade a história pelo ponto de vista da Mia, eu tivesse me envolvido mais, sei lá. Só que aí até o título teria que ser diferente, né? rs Então, para encerrar, eu recomendo que você leia e descubra o que aconteceu a partir da decisão de Mia. Ela ficou, certo? "Para onde ela foi"? Encontre você mesmo essa resposta! rs

Beijos! 

Melhor trecho: 
"Encerramento. Abomino essa palavra. Os psiquiatras adoram. (...) Parado aqui, nesta casa silenciosa onde posso ouvir pássaros cantando nos fundos, acho que estou entendendo o conceito de encerramento. Não é um dramático antes e depois. É parecido com o sentimento melancólico que você tem no final das férias. Algo especial está acabando, e você está triste, mas não pode ficar triste porque, ei, foi bom enquanto durou, e haverá outras férias, outros bons tempos."

PS.: Leia aqui a resenha de "Se eu ficar". :)

Nenhum comentário

Postar um comentário