4 de março de 2015

TAG: Oscar Literário 2015

Imagem: Literaleitura


Olá pessoal!!!

Aproveitando o Oscar, que aconteceu no último domingo, eu achei essa TAG super legal lá no blog Literaleitura e resolvi trazer para cá, para que a gente se divirta, premiando nossos livros e personagens preferidos do ano passado (porque se eu for fazer um Oscar de todos os livros que já li na vida, Harry Potter provavelmente vai sair com todos os prêmios na mão haha). Então, vamos lá:


Categoria 1: Melhor Arte de Capa

Indicados:
Terra de Histórias:O Feitiço do Desejo - Chris Colfer
O Pessegueiro - Sarah Addison Allen
Deslembrança - Cat Patrick
Divergente - Verônica Roth
Insurgente - Verônica Roth

Vencedor: Deslembrança - Cat Patrick

Depois de uma longa comparação e observação de detalhes, escolhi esta capa, porque ela é realmente linda. As letras brilhantes, a chuva de pétalas, a frase, a menina... Tudo lindo. Oscar de capa é dele.


Categoria 2 - Decepção Literária

Indicados:
O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard
Helena - Machado de Assis
A Verdade Sobre Nós - Amanda Grace

Vencedor: A Verdade Sobre Nós - Amanda Grace

Os três livros me decepcionaram de alguma forma. O primeiro porque eu esperava mais dele e ele acabou sendo mais do mesmo, um tipo de 50 Tons de Cinza mais suave; o segundo porque após muito fugir dos clássicos da literatura nacional que a escola obriga a gente a ler, resolvi dar uma chance e peguei logo o pior livro de todos. Detestei o final. Fiquei revoltada e vou demorar para ler outro clássico nacional outra vez. Agora, nada se compara a decepção do final do terceiro livro, nosso grande vencedor desta categoria. O livro tinha tudo para ser lindo, desde a capa, a história, o romance, a linguagem, as citações de Harry Potter e um cachorro chamado Lord Voldemort. Mas aí a autora deve ter olhado, lido e pensado "não, esse livro tá lindo demais. Acho que vou dar uma estragada nele". E assim, sem mais nem menos, ela jogou pela janela tudo o que tinha de lindo no livro e deu para ele o final mais feio possível. Foi a maior decepção do ano passado, superando até mesmo o "50 Tons de Mr. Darcy" que eu fui ler de curiosa e é um livro detestável de tão ruim. Amanda Grace, o Oscar de decepção é todo seu.


Categoria 3 - Melhor Mundo (Ambiente) Criado

Indicados:
Terra de Histórias:O Feitiço do Desejo - Chris Colfer
Outlander: A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon
Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll
Trilogia "A Seleção" - Kiera Cass
Perdida/ Encontrada - Carina Rissi

Vencedor: Outlander: A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon

O ambiente não é totalmente inventado, já que o livro se passa na Inglaterra e Escócia. O que fez Outlander ganhar esse Oscar, foram as colinas de Craigh na Dun e seu círculo de pedras misterioso, que transportou a Claire da Inglaterra de 1945 para a Escócia de 1743 e para os braços de Jamie Fraser. Não tem mundo que possa concorrer com isso, então Outlander, o Oscar é seu!


Quem é que não quer ser transportada para um "lugar" desses???



Categoria 4 - Melhor Final

Indicados:
Insurgente - Veronica Roth
A Menina Que Brincava com Fogo - Stieg Larsson
A Marca de Uma Lágrima - Pedro Bandeira

Vencedor: A Menina Que Brincava com Fogo - Stieg Larsson

Este foi um dos melhores livros que li no ano passado. melhor até que o terceiro da série, sua continuação. Quando eu terminei o primeiro da série, demorei bastante para ler o segundo. Quando terminei o segundo, foi traçado tão fantasticamente (essa palavra existe?), que eu não consegui dar muito intervalo entre os dois não. Muito bom, muito instigante e por dar sede de ler a continuação logo, o Oscar fica com você Stieg!


Categoria 5 - Melhor Personagem Secundário:

Indicados (Essa categoria era originalmente dividida entre personagens masculinos e femininos. Mas devido à ausência de personagens femininos secundários marcantes, juntei tudo num só)

Indicados:
Quatro / Tobias Eaton - Trilogia Divergente - Veronica Roth
John Knightley - Emma - Jane Austen
Chapeleiro Maluco - Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll

Vencedor: John Knightley - Emma - Jane Austen

Eu amo o Tobias. Foi um dos meus personagens favoritos do último ano. Amo o Chapeleiro Maluco, principalmente depois de sua versão Johnny Deep nos cinemas. Mass Mr. Knightley é meu segundo amor "Jane Austeno". Ele só perde para Mr. Darcy, que para mim será sempre único e inigualável. Por seu amor, por seu carinho, por sua gentileza, por seu cavalheirismo, o Oscar dessa categoria não tem como não ser dele.


Categoria 6 - Melhor Título

Indicados:
A Menina que Brincava com Fogo - Stieg Larsson
A Marca de Uma Lágrima - Pedro Bandeira
Tamanho 42 Não É Gorda - Meg  Cabot
A Verdade Sobre Nós - Amanda Grace
O Livro das Coisas Perdidas - John Connolly

Vencedor: Tamanho 42 Não É Gorda

Não vou aqui ficar explicando o óbvio. Este título ganhou porque é exatamente sobre mim que ele fala. hahahah


Categoria 7 - Melhor Série/Saga

Indicados:
Divergente - Veronica Roth
Liberta-me - Tahereh Mafi
A Seleção - Kiera Cass
Perdida/ Encontrada - Carina Rissi

Vencedor: Pedida/Encontrada - Carina Rissi

Amei! Me surpreendi com estes livros, me apaixonei e fiquei maluca quando descobri que a autora é brasileira!!! Prêmio mais do que merecido!


Categoria 8 - Melhor Protagonista (mais uma vez vou juntar masculino e feminino por falta de personagens masculinos nas minhas leituras do ano passado)

Indicados:
Beatrice Prior - Divergente - Veronica Roth
Lisbeth Salander - A Menina que Brincava com Fogo - Stieg Larsson
Heather Wells - Tamanho 42 Não é Gorda

Vencedor: Lisbeth Salander - A Menina que Brincava com Fogo

Não faz muito tempo, fiz uma lista com meu top 5 de personagens femininas favoritas e Lisbth entrou para essa lista para nunca mais sair. Ela é diferente de toda e qualquer personagem que eu já tinha lido antes e é incrível. Tá longe de ser perfeita e o mais próximo possível de um ser humano normal cheio de erros e acertos. Sem dúvida a personagem que se destacou nos livros que li no ano passado.


Categoria 9 - Melhor Autor

Internacional:

Lucinda Riley
Stieg Larsson
Meg Cabot
Veronica Roth

Vencedor: Stieg Larsson

Gente, o cara escreveu a sensacional trilogia Millennium, e o melhor livro que li no ano passado. Então não há dúvidas de que o Oscar, dessa vez, fica com ele. PS: Nem coloquei a Jane Austen na lista porque ela é intocável, inatingível e inigualável e qualquer competição que ela entre para mim, ea ganha. Então não seria justo. haha


Nacional:

Machado de Assis
Pedro Bandeira 
Carina Rissi

Vencedor: Carina Rissi

Eu só li esses três autores nacionais no ano passado. De achado, li "Helena", resolvi dar uma chance aos clássicos nacionais, detestei o final, tô traumatizada de novo e vou demorar para ler clássicos nacionais outra vez. Acho que Machado de Assis é realista demais para mim. Pedro Bandeira, para mim é intocável, tá no alto da minha pirâmide, além de todo e qualquer prêmio, inatingível, ali ao lado de Jane Austen no meu Hall da Literatura. E Carina foi uma grata surpresa. Li `"Perdida" de um dia para o outro, "Encontrada" logo em seguida e amei a escrita, o estilo, as histórias. Não tinha como esse Oscar não ser dela.


Categoria 10 - Melhor Livro

Indicados:
A Casa das Orquídeas - Lucinda Riley
Deslembrança - Cat Patrick
A Menina que Brincava com Fogo - Stieg Larsson
Outlander, A Viajante do Tempo - Dian Gabaldon
Perdida - Carina Rissi
Insurgente - Veronica Roth
Primeiro Amor - James Patterson e Emily Reynard

Vencedor: A Menina que Brincava com Fogo - Stieg Larsson

Como deu para perceber, li vários livros ótimos neste úlimo ano, mas o ano foi mesmo da trilogia Millennium, de Stieg Larsson. O vencedor desta categoria é o segundo livro da série, que originalmente não seria apenas uma trilogia, mas sim uma série com 11 livros, porém o autor faleceu precocemente, sem poder dar continuidade à história de Lisbeth Salander. O segundo livro foi o que eu mais gostei, pois é o que mais revela sobre ela, essa personagem tão misteriosa no primeiro livro, acaba revelada no segundo e no terceiro e a gente fica com sede de quero mais. Há rumores de que a viúva de Stieg pretendia continuar a série. Porém a pergunta que fica no ar é: será que ela consegue manter a mesma genialidade dos três primeiros livros? É aguardar para ver. Por enquanto, o Oscar é dele. Devo fazer, porém, uma citação ao livro Outlander, que me enlouqueceu, me tirou noites de sono e merece ser lembrado porque foi o segundo  melhor livro que li no ano passado.


Espero que vocês tenham gostado das minhas indicações e premiações e confiram depois o Oscar da Malu logo abaixo! Por enquanto, até a próxima e aguardem o Oscar do ano que vem!

***

Hey, gente!! Cheguei!! :) Como a Ju já faz as devidas apresentações da TAG, então vamos lá conhecer os candidatos e ganhadores do meu Oscar Literário? Aliás, muito chique isso né? rs

Categoria 1: Melhor arte de capa

Indicados:
Como eu era antes de você - Jojo Moyes
A verdade sobre nós - Amanda Grace
A garota que perseguiu a lua - Sarah Addison Allen

Ganhador: A garota que perseguiu a lua

Imagem do blog Pensamento Tangencial

Muito dificil fazer essa escolha, sério. Os três livros tem capas lindas. A do "A verdade sobre nós" inclusive é uma das minhas preferidas. Mas, em se tratando de um Oscar, vou dar o prêmio ao "A garota que perseguiu a lua". Apesar de não gostar desse gênero de literatura, a arte da capa do livro é simplesmente linda. As borboletas, a garota com o vestido branco e a lua ao fundo da floresta dão um tom delicado e ao mesmo tempo misterioso a história e junto com o título foi o que me fez baixar o livro e começar sua leitura. Em breve teremos resenha dele por aqui, fiquem ligados, tá?

Categoria 2: Decepção literária

Indicados:
A verdade sobre nós - Amanda Grace
Ladrão de Almas - Alma Katsu
A menina que roubava livros - Markus Zusak

Ganhador: A menina que roubava livros

Imagem do site: Eu crio moda
Inicialmente eu pensei em concordar com a Ju nessa categoria, já que "A verdade sobre nós" foi uma leitura no mínimo frustrante pra gente. Como ela bem disse, o livro tinha tudo pra ser estupendamente perfeito, mas ainda estou pra descobrir por que cargas d'água a autora quis dar aquele final pra ele... Mas, enfim, o fato é que apesar do final decepcionante a história é muito bonita e me prendeu do início ao fim, diferentemente do que me aconteceu com o "A menina que roubava livros". Sabe o que é você passar quase dois anos esperando a oportunidade de ter esse livro em mãos, e justamente quando isso acontece e você começa a lê-lo, a leitura simplesmente não flui, não rende? Bom, foi isso o que me aconteceu quando tentei ler "A menina que rouba livros". Sim, tentei, porque nem consegui passar das cem primeiras páginas. Triste, né?

Categoria 3: Melhor mundo (ambiente) criado

Indicados:
Outlander - Diana Gabaldon
Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Ganhador: Orgulho e Preconceito   

Vamos lá... Dois romances de época simplesmente fantásticos com ambientes de uma beleza estonteante, certo? Pois é... Mas, vou dar o Oscar a "Orgulho e Preconceito" pelo fato de a história se passar num clima mais pacífico, digamos assim. As paisagens escocesas em "Outlander" - suas montanhas cheias de verde, vales e neblina - são lindas, todavia os conflitos entre os Mackenzie e as tropas inglesas são adrenalina demais pro meu gosto. Prefiro um milhão de vezes o ambiente mais romântico e bucólico criado por Jane Austen, e outras dez milhões de vezes o palácio de Pemberley e o seu lindo proprietário! hahaha

Pemberley - Arquivo pessoal


Mr. Darcy, o tal lindo proprietário!
 Categoria 4: O melhor final

Indicados:
Acontece que eu te amo - Edna Guedes
Claro que eu te amo - Tammy Luciano
Perdida - Carina Rissi
Encontrada - Carina Risse
Procura-se um marido - Carina Rissi
Orgulho e Preconceito- Jane Austen
Persuasão - Jane Austen

Ganhador: Persuasão

Nessa categoria a minha vontade é de dar o Oscar para todos, sério! Mas como só posso escolher um, optei por premiar "Persuasão", cuja história nos mostra que o sentimento, quando verdadeiro, prevalece acima de qualquer coisa. Anne e Frederick formam um dos mais lindos casais da literatura mundial, e se vocês quiserem conferir a resenha que fiz sobre esse livro é só clicar aqui, mas preparem-se. Vocês vao literalmente se apaixonar!  

Arquivo pessoal

Anne Elliot e Frederick Wentworth no filme Persuasão - Imagem do Google

Categoria 5: Melhor personagem secundário

Indicados:

Marcus/ Encontrada - Carina Rissi
Colin Bridgerton/O Duque e eu - Julia Quinn
Tomi/Uma noite e seis semanas - Tiago Morini

Ganhador: Tomi

Sabe aquele personagem que te cativa desde o primeiro momento? Assim é o Tomi em "Uma noite e seis semanas". Amigo, atencioso e apaixonado, ele desempenha um papel fundamental no enredo criado por Morini, que tenho certeza deve ter colocado toda a fofura do mundo quando criou o jeito de ser do Tomi.  Sério, gente, se fosse possível eu tiraria esse personagem do livro e o trazia para a casa, com direito a comida e roupa lavada. ...rs


Categoria 6: Melhor título

Indicados:

Orgulho e Preconceito - Jane Austen
Como eu era antes de você - Jojo Moyes
Faça Amor, não faça jogo - Ique Carvalho

Ganhador: Faça Amor, não faça jogo

Além de ter escrito um livro lindo, repleto de poesia e sensibilidade, Ique foi simplesmente o máximo quando deu esse título à sua coletânea de crônicas. Num mundo onde a superficialidade parece ganhar cada vez mais terreno enquanto a sinceridade fica a cargo dos que carregaram no peito a coragem de viver e amar, "Faça amor, não faça jogo" deveria ser o imperativo de todos, todos os dias. 

Foto: Vanessa Vieira - Blog Pensamentos valem ouro

Categoria 7: Melhor série/saga

Ok. Aqui eu vou fazer um adendo. Quem já acompanha o T&R sabe que não costumo ler livros sequenciados, tanto que tenho somente duas indicações: Perdida (Carina Rissi) e After (Anna Todd). Assim, eu vou, como a Ju, premiar Perdida, que além de ser uma serie com dois livros fantásticos, me apresentou ao casal  mais fofo da literatura nacional. Ian e Sofia ♥


Categoria 8: Melhor protagonista

Indicados:
Elizabeth Bennet e Mr. Darcy (Orgulho e Preconceito) - Jane Austen
Louisa e Will (Como eu era antes de você) - Jojo Moyes
Sofia e Ian (Perdida) - Carina Rissi
Alicia e Max (Procura-se um marido) - Carina Rissi

Sim, eu mudei um pouco a regra nessa categoria e indiquei casais protagonistas. É que não acho que - pelo menos nos livros que já li - um personagem principal seria o sucesso que é se não tivesse o outro ao seu lado. Tipo, como imaginar o senhor Darcy sem a Lizzy? Não rola gente, ao menos, não pra mim. Assim, a partir desses indicados a minha escolha super hiper ultra mega dificil é....

Ganhador: Elizabeth Bennet e Mr. Darcy

 
Google imagens


 

Categoria 9: Melhor autor

Indicados

Internacional:
Jane Austen
Agatha Christie
Dan Brown
Nicholas Sparks
Jojo Moyes

Ganhador: Jane Austen 

Minha escolha é bem previsível, mas ela não implica que eu goste menos dos outros autores, tá? Cada um deles tem uma forma de escrever maravilhosa dentro do seu gênero. Mas, é impossível não dar o Oscar a nossa grande diva inglesa.
 

 Nacional:
Machado de Assis
Pedro Bandeira
Carina Rissi


Ganhador: Carina Rissi

Não é à toa que Ju e eu nos reconhecemos gêmeas separadas antes dessa reencarnação... rs  Nossa escolha nessa categoria é a mesma. Meu Oscar também vai merecidamente para a Carina que se revelou a melhor escritora nacional dos últimos tempos. Seus livros nos encantam, emocionam, fazem rir, nos prendendo da primeira à ultima página. Todo sucesso do mundo pra ela!!!


 Categoria 10: Melhor livro

Putz! Eu sabia que essa hora ia chegar, a de ter que escolher o melhor livro que li ano passado, assim como sabia que minhas escolhas - indicações e ganhador - seriam obviamente previsíveis. Mas, enfim, são ossos do ofício, certo? Vamos lá então confirmar o que vocês já sabem, ou pelo menos imaginam... rs

Indicados:
Orgulho e Preconceito - Jane Austen
Persuasão - Jane Austen
Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Ganhador: Como eu era antes de você
 
Inicialmente eu pensei em escolher Orgulho e Preconceito, mas escolhê-lo seria ignorar o sentimento que Will e Lou despertam em mim. Mesmo agora, quase um ano depois de ter lido "Como eu era antes de você", a história desses personagens mexe comigo a ponto de ainda não ter conseguido refazer a leitura para trazer a resenha dele aqui para o blog. Um livro estupidamente triste, mas, também, um livro lindo e por isso um dos melhores que já li.  

Imagem do Blog Belas Dicas

Bom, gente. Esse foi o Oscar 2015 do T&R, uma forma super bacana de refletirmos sobre nossas leituras e, ao mesmo tempo, de podemos mais uma vez compartilhá-las com vocês. Esperamos que tenham gostado e, se puderem, deem-nos um feedback a respeito das suas indicações e ganhadores.  Participem conosco comentando aí em baixo!! :) Agradecemos desde já!!!

Beijos,

Malu

2 comentários

  1. Oi, minhas escolhas 1-O Pessegueiro, 3 - Outlander, 4 - A Menina Que Brincava com Fogo, 5- John Knightley - Emma - Jane Austen, 6 - Tamanho 42 Não É Gorda - Meg Cabot, 8 - Lisbeth Salander - A Menina que Brincava com Fogo - Stieg Larsson, 9- Meg Cabot, 10 - Outlander, A Viajante do Tempo - Dian Gabaldon.

    Boo,
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/03/um-caso-perdido-ou-uma-historia-sobre.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi! Desculpe a demora em responder seu comentário! Muita correria por aqui!Eu amei a capa do pessegueiro também! Muito do que você citou aí em cima eu também adoro!!!

      Volte sempre ao nosso cantinho!
      Bjosss

      Excluir