4 de março de 2015

Resenha: "O Duque e Eu" - Julia Quinn

"O Duque e Eu" fala de uma história de amizade que se transformando em amor tem o poder de resgatar o perdão e a paz dentro de um coração.

Imagem do blog Romances e Leituras
Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.


***

Que os romances de época estão indubitavelmente entre os meus favoritos, isso é certo. O que eu não esperava era que os livros da Julia Quinn - que há muito me chamavam a atenção pela beleza das suas capas - fossem me encantar e me emocionar quase tanto quanto os da Jane Austen.  Pois é... "O Duque e Eu", o volume 1 da série "Os Bridgerton", me chegou às mãos no momento em que eu já estava mergulhada em três outros livros, mas logo me roubou toda a atenção. A história é simplesmente envolvente ao nos transportar para a Londres da primeira década dos anos de 1800, e é praticamente impossível a gente não se sentir parte daquele contexto que envolve bailes, salões, romances, duelos e casamentos. É esse o fundo da história escrita por Julia Quinn, que nos apresenta Daphne Bridgerton e Simon Basset como personagens principais.

Simon é o único filho e, portanto, herdeiro do Duque de Hastings. Isso não seria um problema se ele, quando criança, não tivesse sido rejeitado pelo próprio pai e, por conta disso, carregasse o ódio e o desprezo por tudo o que significasse a sucessão do ducado. Renegando o título e a memória do pai, é que Simon descarta veementemente a ideia de se casar e constituir sua própria família. Assim, quando retorna para Londres depois da morte de seu genitor e se vê obrigado a participar das rodas sociais, percebe que será muito difícil escapar das insistentes matronas londrinas que querem a todo custo conseguir um bom casamento para  as suas filhas. A solução para o seu problema lhe ocorre quando ele conhece Daphne, a filha mais velha da família Bridgerton e irmã do seu melhor amigo Antony. 

Daphne está na idade casadoura segundo os costumes da época, o que faz da sua vida praticamente um inferno uma vez que sua mãe deseja a todo custo vê-la subindo ao altar. Ao conhecer Simon, vê no plano dele não só uma oportunidade de ficar livre das boas intenções de sua mãe, como também a possibilidade de atrair para si as atenções de futuros e bons pretendentes. O plano? Simples: aparentemente Simon cortejaria Daphne e essa simulação de um compromisso salvaria a ambos; ele das investidas de outras mulheres, e ela da situação embaraçosa, não só junto à sua mãe, mas também juntos aos rapazes que geralmente só a enxergavam como uma boa amiga. O que nenhum dos dos esperava era que o que deveria ser uma mera encenação acabaria por ganhar a  força de um sentimento indescritivelmente intenso que os ligaria para o resto de suas vidas.

Preciso dizer algo mais além de que amei a história e de que vou correndo procurar o volume 2? Não, né? Então deixem-me ir e até a próxima!!! Beijinhos!!!

2 comentários

  1. Maluu essa série dos Bridgerstons é demais!!!!

    Não vejo a hora de ler o terceiro que está a me esperar na minha fila infinita!

    Adorei sua resenhas. A gente se sente exatamente assim!

    Bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju! Já baixei o vol 2, mas o arquivo veio incompleto! :(
      Mas vou ler a série toda o mais rápido possível, é simplesmente encantadora! :)

      Beijos, e obrigada!

      Excluir