1 de maio de 2015

Muito Conveniente - Resenha de "Manhã de Núpcias", de Lisa Kleypas

Imagem: Blog Arquivo Passional


Título: Manhã de Núpcias (married by Morning)
Autor: Lisa Kleypas
Tradução: Maria Clara Biase
Editora: Arqueiro
272 páginas
Livro 4 da série Os Hathaways

Sinopse: Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar.
Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito. 

Finalmente cheguei ao penúltimo livro da série "Os Hathaways", onde Lisa nos conta a história de Leo e Catherine. Aquela aparente antipatia e rejeição de um com o outro, como não poderia ser diferente, se prova uma louca atração, um amor inesperado e desconhecido que terá de enfrentar inúmeras barreiras para sobreviver.
Neste livro, Leo está mais maduro, tendo mais responsabilidades com a casa e  com suas irmãs, porém segue firme na postura de se manter solteiro e livre do casamento. Seu destino muda quando ele recebe uma carta do advogado da família avisando que, para manter seu título e a propriedade da família ele terá de se casar e gerar um herdeiro no prazo de um ano.

"Obrigada - disse Catherine, o sorriso ainda em seus lábios - Isso é gentil de sua parte milorde, mas nunca irei dançar com o senhor.
O que, é claro, tornou aquilo o objetivo da vida de Leo."

A partir daí sua vida dá uma guinada e, apesar de ele ainda dizer que prefere perder a propriedade do que se casar, o destino lhe prepara uma surpresa que ele nem imagina.
Paralelamente, a autora nos revela a vida de Catherine Marks., a governanta certinha e regrada, que na verdade, esconde segredos que ninguém pode sequer imaginar - um deles tendo sido revelado no terceiro volume da série, cuja resenha postei aqui. Com o desenrolar da história, a gente vai entendendo um pouco o porquê de toda essa retração da Catherine e suas razões para agir e temer seu patrão.

"- Eu também poderia me casar com a primeira mulher que visse na rua. Ora bolas! Ficaria em melhor situação se me casasse com a senhorita Marks!
Todos se calaram.
-Isso não tem graça. - ela disse firmemente.
-É a solução perfeita! - retrucou Leo, sentindo uma satisfação perversa em irritá-la. - Nós brigamos o tempo todo. Não nos suportamos. É como se já fôssemos casados."

Amei a história, apesar de ainda ter o terceiro volume como meu preferido. Amooo Leo. Com certeza meu personagem favorito dessa família incrível. Ele era um malandro, mas teve suas razões para se perder na vida, porém, deixando tudo isso de lado, ele é um personagem fascinante, encantador e irônico. E eu amoo suas ironias. Espero que Beatrix me surpreenda no quinto livro! Gosto bastante dela também.
Catherine me irritou em alguns momentos. Tudo bem que ela tinha lá suas razões e seus temores, mas tinha hora que ela simplesmente temia demais e isso me deixou aflita, com vontade de dar uma sacudida nela e falar: 'Mulher! Tome uma atitude na vida!'. Mas, para minha sorte, a persistência venceu a resistência e me deixou feliz! haha

"-Mas que diabo! - disse Leo asperamente. - Vou fazer isso. Mesmo sabendo que serei aniquilado depois.
- Fazer o que? - perguntou Catherine, os olhos arregalados.
- Isto!
E a boca tocou a dela."


Enfim, é um livro muito fácil de ler, sem ter que fazer mil interpretações, repleto de segredos, intrigas, ação e aquele te quero/não te quero que a romacemaníacas como eu tanto adoram.
Vale destacar a participação extremamente importante e especial de Dodger, o furão de Beatrix, que aparece o tempo todo causando confusão e tornando as coisas bem divertidas para nós.
Por enquanto é só! Vou parando por aqui! Até a próxima!
Ah! A resenha dos outros livros você pode ver aqui.

3 comentários

  1. Juuuu! Preciso ler essa série! A cada resenha minha vontade só aumenta! '-' Omg! É muito livro pra pouco tempo $$$ rss

    ResponderExcluir
  2. HAhahahahahah Mas você tem mesmo que ler! São muito legais e fora isso, preciso ter com quem trocar ideias a respeito! gahahaha

    ResponderExcluir
  3. adorei a resenha do livro,agora tenho pegado gosto pela leitura e tenho amado visitar blogs que abordem o tema.parabens pelo post e já vou ver se acho esse pra ler.bjusss
    https://belezzaurbana.wordpress.com/

    ResponderExcluir